Browsing Category

Mantras

Artigos, Mantras

Mantra “Oṁ Namo Bhagavate Vāsudevāya”

14 de março de 2019

Este é um poderoso mantra encontrado na abertura de um dos textos mais importantes da Índia, o Bhāgavata Purāṇa. No decorrer do texto, o sábio Nārada também instrui o virtuoso (e ambicioso) prícipe Dhruva a meditar nesse mantra para primeiramente satisfazer suas metas mundanas e, porfim, alcançar a mais sublime perfeição espiritual. Aliás, essa narrativa responde uma questão muito interessante: “Quem pode cantar mantras?” ou, mais amplamente “Quais são as qualificações para empreendermos uma busca espiritual?”

O mesmo Bhāgavata Purāṇa explica:

akāmaḥ sarva-kāmo vā mokṣa-kāma udāra-dhīḥ tīvreṇa bhakti-yogena yajeta puruṣaṁ param

“Quer tenha sublimado todos os seus desejos, quer esteja tomada de desejos, quer esteja interessada em garantir sua própria salvação, a pessoa de inteligência aguçada empenha-se em bhakti-yoga, adorando o Senhor Supremo com intensa dedicação.” (BhP 2.3.10)

Ou seja, a busca espiritual é uma prerrogativa de todo ser humano e qualquer pessoa pode se beneficiar recitando mantras. Independentemente de nossa qualificação ou prática anterior, o mantra tem o poder de nos conduzir a partir do ponto onde estamos numa senda ascendente de realizações espirituais. Mas vejamos a tradução desse mantra em particular – Oṁ Namo Bhagavate Vāsudevāya – que é tão profunda e significativa:

Oṁ – é o bīja-mantra ou a “semente” que precede os mantras védicos. Na verdade a sílaba Oṁ é a fusão de três elementos (A + U + Ṁ). O som “A” é formado no início do nosso aparelho fonador e representa o princípio criador; o som “U” é formado pela aproximação dos lábios (parte final do aparelho fonador) e representa conclusão ou fechamento. O som “Ṁ” (com esse pontinho acima) é a nasalização dos sons vocálicos anteriores que se produz na cavidade bucal e nasal, preenchendo toda a região compreendida entre o “A” e o “U”. Ou seja, o som de AUM ou Oṁ é a representação sonora do Absoluto, que inclui o início, fim, e meio de todas as coisas.

Namo – é a contração da palavra namas e significa “reverência” ou “saudação”. A partir daí é formada também a palavra “namas-te”, literalmente “eu te reverencio ou te saúdo”.

Bhagavate – a terminação em “e” indica que a saudação é direcionada “a Bhaga-vat”, onde bhaga significa fortuna, opulência, virtude, glória, etc., enquanto que vat indica o possuidor. Ou seja, por ser a origem e o possuidor último de tudo o que existe, o Senhor Supremo é chamado de Bhagavat.

Vāsudevāya – a terminação “aya” indica “a Vāsudeva”, um nome de Krishna que significa que ele é filho de Vasudeva (em sânscrito, para indicar a origem de algo ou alguém, acrescenta-se a letra “a”. Assim Krishna, o filho de Vasudeva, escrito com “a”curto, é chamado Vāsudeva, com “ā”longo). Mas deva significa Deus/divindade e vasu significa luz, esplendor, energia. Já a palavra vāsu (com ā longo) pode ser traduzida como onipenetrante. Além disso, a raiz sânscrita vas indica residência. Em resumo, podemos explicar esse nome de Krishna, Vāsudeva, como “Aquele que vive em toda parte e que é a origem de todas as potências materiais e espirituais”.

Mantras

Mantra de Shiva para a libertação (mahā-mṛtyuñjaya-mantra)

21 de agosto de 2018

Oṁ tryambakaṁ yajāmahe

sugandhiṁ puṣṭivardhanam

urvārukamiva bandhanān

mṛtyor mukṣīya māmṛtāt

Tradução: Reverenciamos o senhor Shiva (aquele que tem três olhos e assim enxerga além do que podemos ver). Ele é fragrante e nutre todos os seres. Assim como no momento da colheita um pepino é arrancado da trepadeira onde está preso, que ele nos liberte da morte, concedendo-nos a imortalidade. (Ṛg Veda 7.59.12)

Mantras

Meditação em Deus menino (Damodarastakam)

1 de junho de 2018

Oito versos dedicados a Krishna em sua forma de menino travesso (Damodara)

Certa vez, o pequeno Krishna entrou na dispensa de sua mãe e “roubou” vários potes cheios de iogurte que ele comeu com seus amiguinhos e ainda distribuiu o restante aos macacos…

Quando sua mãe chegou ao local e os pegou em flagrante, ele tentou fugir mas acabou sendo apanhado por sua mãe, que correu mais rápido. Tendo sido amarrado pela cintura a um pilão de madeira depois dessa traquinagem, Krishna ficou conhecido como Damodara (damo=corda; udara=barriga).

Assim, o Senhor Supremo que grandes místicos tentam alcançar através de suas meditações foi capturado por sua mãe Yashoda, que conseguiu atá-lo não pela força das cordas, mas pelo poder de seu amor puro e incondicional.

 

Mantras

Mantra de Shiva

18 de fevereiro de 2018

Mantra de Shiva

Shiva Shiva Shiva Shambho

Shiva Shiva Shiva Shambho

Mahadeva Shambho, Mahadeva Shambho

Om namo Shivaya _/\_

Mantras

Meditação matinal ao sopé do Pico das Agulhas Negras

17 de outubro de 2017

Lugares como esse inspiram a meditação.

Na verdade, a natureza é como um livro escrito por Deus ou como uma obra de arte do Criador onde podemos aprender coisas muito profundas.

Desde os 14 anos de idade eu vinha aqui caminhar e escalar. Depois, como cadete da Academia Militar das Agulhas Negras, fiz treinamento de combate em montanha nesse mesmo lugar. Agora, após mais de uma década morando na Índia como monge, volto aqui para meditar e contemplar a beleza única dessa região.

Mantras

O que é Mantra e como ele funciona

13 de outubro de 2017

Mantra é uma expressão do som primordial e remete à vibração natural de cada coisa. Entenda o PRINCÍPIO FUNDAMENTAL por trás dessa ciência do som (Mantra-Vidya). Quem tiver interesse em se aprofundar pode baixar nosso e-book gratuitamente no link abaixo: